28 fevereiro 2011

Quanto tempo demora?

Daqui a um mês,
quando você voltar,
a Lua vai estar cheia
e no mesmo lugar


Quanto tempo demora um mês,
Biquíni Cavadão.


Acordei com o seu gosto e a lembrança do seu rosto. Mas, daqui a um mês, ela vai ter se dissipado, eu sei. Quando salpicamos os dias de lacuna, o tempo acaba apagando tudo, até as memórias mais resistentes. No começo, é um esforço para não deixar as reminiscências submergirem, trazendo-as à tona toda hora, num resgate incessante. Há quem diga que isso se chama esperança. Eu chamo de teimosia. A gente resiste a ver morrer, quer sempre salvar. Dá um certo desespero, é um derramamento de angústias. Mas tudo o que é sedimento uma hora sucumbe e afunda. Devagar. O inflexível não tem como ser fácil.

Não é fim do mundo. Até porque ele não acaba. Daqui a um mês, a Lua vai continuar no mesmo lugar.

Se eu pudesse escolher outra forma de ser, seria menos em vez de querer sempre ser mais. Eu me contentaria com a Lua imutável, com o tempo pastoso, a falta de gosto, a ausência. Acharia normal. Não me esforçaria para salvar nada. Deixaria passar. Eu me anestesiaria mais. Sonharia mais, realizaria menos. Seria menos esperançosa, mais mitológica, menos humana. Se eu pudesse escolher, nada eu sentiria. Mais simples.

E a saudade em mim agora, quanto tempo será que demora? Sentimentos assim não demoram. Perduram. Daqui a um mês, um ano, uma década.

E a Lua lá, no mesmo lugar.





Os versos destacados foram retirados da letra da música "Quanto tempo demora um mês", cantada por Biquíni Cavadão. Ao contrário deste texto, a música dá outro sentido para os versos. Ouça-a.

4 comentários:

Reminiscências de Emerson Batista disse...

Outro bom texto Candy...

O pior, é que com as lembranças existe um tempo em que ficamos tentando agarrá-las. Para que continuem ali. Como se perdê-la fosse um pecado... Mas o que realmente se perde são os sentimentos... as lembranças estarão sempre com a gente...

Beijos...

Fernanda Suaiden disse...

As lembranças nos fazem não repetir erros, já os sentimentos nos fazem remoê-los...prefiro as lembranças...

nandaferraresi disse...

Ameeei!

Marco Romer disse...

Postei o link desse texto no meu Facebook. Espero que não tenha problema. Achei muito bonito. Mais uma vez, parabéns pelo seu talento, escreve muito bem, sem preciosismos, sem vaidade, apenas conteúdo. Voltarei sempre. Abraço.