09 outubro 2006

Última chamada

Você deixa interrogações caírem dos bolsos
quando segue para a estação ziguezagueando sumiço.

Eu vou atrás para recolher a sombra
enquanto junto as dúvidas
remendando
conformação.

Você pára.
Eu continuo.

Você pega o trem.
Eu parto.

Em dois

4 comentários:

Ricardo disse...

Para um prolixo como eu, isso é de causar inveja. Quase um haicai, pequeno poema oriental que em poucas palavras expressa tanto à imaginação de cada um. Belíssimo!

bruno disse...

Olha a kandy,
agora também é poeta e , como sempre, muito boa no que faz...

muito lindo kandy


inspirada pelo chico ?
to esperando o texto sobre aquele show...

bjs

Cristiano Dantas disse...

Kandy, seu blog continua excelente. Estou relançando o meu. Conto com sua presença por lá.

Glau disse...

Foi adorável! Adoro essa palavra: adorável... Tem um quê de força e sensibilidade emocionantes.
Ficou realmente adorável....